Acorde - Livro O Poder da Ação - Paulo Vieira

Oi Divas.

Esta semana recomecei a ler o livro O poder da ação, eu já tinha começado a ler há muito tempo, mas nunca terminei, muito menos coloquei em prática seus ensinamentos.
Mas, chegou a hora e quero compartilhar um pouco com vocês, tanto das lições poderosas do livro, quanto tudo o que vou utilizar em minha vida.


Hoje vou falar sobre o primeiro capítulo - Acorde.

ACORDE

Aqui o autor faz um chamado para analisarmos profundamente nós mesmas e a nossa vida.

E ele questiona: Como você se coloca diante da família, dos desafios e das oportunidades?

E então Joga um balde de água fria dizendo: Cada um tem a vida que merece.

Para o autor todas as pessoas merecem e podem ter uma vida abundante, e muitas pessoas estão adormecidas para seu real potencial e vivendo muito aquém de suas possibilidades.

Ele lembra que abundância não é ter um corpo nem bonito, nem feio, e sim um corpo saudável independente da idade, que lhe traga prazer e lhe permita fazer aquilo que deseja fazer. Abundancia também não é ter dinheiro apenas para pagar todas as contas e viver sem dívida, e sim ter dinheiro para poder ajudar quem esta ao nosso lado caso essa pessoa precise. 

Ter um estilo de vida abundante é ter disposição para viver todos os dias e não apenas os finais de semana. É conseguir acordar cedo com a certeza de que seu dia´será perfeito, é ter momentos de lazer, trabalho e com a família e amigos, e isso não apenas nas férias e sim no dia a dia.  Segundo ele, isso é completamente possível.

Para isso precisamos aprender a diferenciar o que é normal do que é comum. Muitas vezes vemos as coisas comuns como se fossem situações normais, mas na verdade elas foram tão profundamente impostas para nós que acabamos por aceitar como normal. Para ele a mídia tem uma influencia forte nisso, pois dia a dia em seus jornais, novelas, filmes e comerciais, mostram cenas de tristeza, morte, assalto, traição, roubo, entre outras coisas como se isso fosse algo normal acontecer com todo mundo. Como as pessoas assistem isso diariamente, o cérebro passa acreditar que a vida é assim.Mas na verdade as pessoas estão confundindo e transformando o que é comum em normal.

Mas, para quebrar isso é preciso mudar algo em nós, precisamos acordar para nossa realidade. E não importa a situação que estamos vivendo hoje, é preciso mudar a forma como vivemos, é preciso estarmos dispostas a construir um padrão de vida baseada em uma rotina de excelência.

E não importa o que falamos sobre nossa vida ou nossa visão sobre nosso dia a dia, o que importa são nossos comportamentos diante disso tudo.

E termina o capítulo com este parágrafo: Seja sincera e corajosa para olhar para sua vida como de fato ela tem sido. Avalie com a mente bem aberta.E se sua vida não está abundante, é hora de acordar e começar a agir.

No próximo post eu contarei um pouquinho sobre o segundo capítulo: AJA.

E também farei um post contando como esta sendo para mim colocar em prática os 2 primeiros capítulos.

Beijinhos

Comprinhas para começar a cuidar da pele

Oi divas.

Post 2 dias seguidos


kkkk.... Brincadeiras a parte, enfim decidi comprar alguns produtinhos para tentar recupera minha pele que esta com muitas linhas de expressão e sem vida.

Vamos ver se assim eu me empolgo para continuar com a pequena rotina que criei.

Aqui vai um vídeo rapidinho, me perdoem pela voz, estou gripada.

video


Bejinhos

Uma foça invisível que me segura no lugar

Olá divas.

Na sexta-feira passada eu assisti um vídeo que me fez repensar em milhões de coisas, principalmente em como nós nos preocupamos com coisas insignificantes e que nos fazem muitas vezes esconder todo o potencial que temos dentro de nós.




Eu chorei pensando nas quantas vezes fiquei a espera do momento perfeito e acreditem, muitas vezes me pego vivendo exatamente isso.

Não estou com o corpo bonito para usar certas roupas, nem para me arrumar, não tenho isso ou aquilo para viver algo que quero viver, e fico esperando um futuro que nunca vai chegar.

Nunca vai chegar pelo simples fato de que não estou fazendo nada para que ele chegue e eu tenho a plena consciência de que meu amanhã não pode se diferente se o meu hoje for sempre igual.

Mas, então vem aquela coisa meio esquizofrênica, eu sei o que preciso fazer, eu falo o que preciso fazer, mas minhas ações não condizem com nada disso.

É como se tivesse uma força invisível me segurando no mesmo lugar. Vocês já se sentiram assim?

Por alguns segundo sinto uma vontade imensa de lutar contra essa foça, mas muitas vezes ela me vence só de pensar no trabalho que vai dar.

Pra mim é muito difícil expor isso, pois sempre fui muito determinada em tudo o que eu queria para minha vida, mas as coisas mudam e a gente nem percebe que nossas estruturas estão sendo abaladas aos poucos até chegar o momento que nos vemos diante de barreiras tão grandes que é até difícil de acreditar.

Nesse momento a luta esta sendo contra mim mesma, e devo confessar que não esta sendo nada fácil, pois a mente e o corpo querem ficar assim, mesmo sabendo que não esta nada bem e que nada vai melhorar se eu insistir na vida que estou levando.

Então sem querer vi o livro O Poder da Ação que eu trouxe para o Japão para terminar de ler e nunca sequer toquei desde que chegue aqui, mas acredito que chegou a hora de encarar as coisas de frente e entrar nessa batalha de corpo e alma.



Será uma batalha dura, contra mim mesma e contra muitas pessoas que sem perceber me empurram para baixo, mas é preciso, pois é da minha vida que estou falando, da minha felicidade, do meu prazer em viver todos os dias.

Sei que vocês devem estar se perguntando: Mas se ela sabe de tudo o que esta fazendo, poque não para de blá blá e vai fazer as coisas que precisam ser feitas?

O que tenho a dizer sobre isso é: As coisas são mais complexas do que isso, e acredite, muitas vezes quem faz isso nem sequer consegue perceber que esta fazendo, e quando percebe ainda sim, não consegue saber o que fazer para colocar em prática tudo aquilo que já sabe na teoria. Então o que precisamos é apenas de apoio, pois críticas recebemos todos os dias de todos os lados e acredite, essas criticas só deixas a força invisível ainda mais forte, nos impedindo cada vez mais de sair do lugar.

É assim que me sinto e acredito que muitas pessoas que estão vivendo o mesmo também se sentem da mesma forma.

Então, antes de atirar uma crítica, apenas fale uma palavra de carinho, não precisa mentir falar que a pessoa está linda quando ela não está, ou dizer que ela esta se esforçando quando não está, mas sorria, seja gentil e mostre coisas bonitas que motivem. E se não tiver nada de bom para falar, apenas fique calado.

Beijinhos
imagem-logo