Rotina inicial de transformação - lutando contra mim mesma.

Oi divas.

Eita que a briga aqui de mim comigo mesmo esta feia kkkk... Eu estou lutando contra a procrastinação que se tornou um hábito em minha vida, mas pensei que essa batalha seria um pouco mais fácil, só que o inimigo é forte rsrsrs...




Criei uma rotina com apenas algumas pequenas mudanças diárias, mas meu objetivo é mês a mês incluir novos hábitos até que tudo esteja dentro daquilo que eu desejo. só que algumas coisas eu tenho conseguido manter, outras nem tanto, e tem até aquelas que abandonei.

Eu havia planejado falar a rotina inteira, mas estou na terceira semana e muitas cisas já se perderam, então vou falar apenas daquilo que eu consegui vencer.

A hora do banho da manhã que inclui lavar o cabelo todos os dias, sim, pode parecer uma coisa bizarra e sem sentido, mas desde que o Benjamin nasceu eu não conseguia mais lavar o cabelo, isso era algo que me incomodava muito, pois eu vivia com o cabelo preso e sujo, eu conseguia lavar no máximo  vezes na semana, geralmente sábado e domingo. Banho também era apenas uma vez ao dia, só a noite e vou confessar que até os hábitos ruins a gente se acostuma rsrs... Porquinha.
Mas, eu não estava feliz, me sentia mal sair sempre com os cabelo horríveis, então defini como meta de vida arrumar uma forma de lavar os cabelos todos os dias, ou pelo menos 6 vezes na semana e consegui uhulllll....
Eu dou banho no Benjamin e depois deixo ele ao meu lado brincando dentro da banheira dele enquanto eu tomo banho e cuido da cabeleira, é tão simples que eu fico me perguntando porque eu não havia pensado nisso antes kkkkk...

Pra vocês verem que quando estamos vivendo uma crise interna fechamos os olhos até para as soluções mais simples da vida, e só conseguimos mudar quando paramos e respiramos fundo.

Outra coisa que consegui mudar foi almoçar sempre ao meio dia mais ou menos junto com o Benjamin, antes eu dava almoço pra ele e depois que ele dormia é que eu ia comer, porque eu não conseguia conciliar dar comida para ele e comer ao mesmo tempo, me deixava maluca, acho que era por estar sempre cansada de mais e eu queria paz para comer. Mas, enfim consegui almoçar junto com ele.

Atividade física 5 vezes por semana, SIMMMMM... Acredite se puder, mas as 16:30 mais ou menos eu pratico uns 15 minutos de atividade física, sei que ainda não é o ideal, mas o importante nesse momento é sair do sedentarismo. Pra você ter uma ideia eu estava tao fraca que 5 minutos de qualquer exercício acabava comigo, nem a sequencia simples que eu programei estava dando conta. Mas, agora insistindo um pouco estou melhor, e até já posso acrescentar mais alguma coisa nos exercícios que estou fazendo.

As 23 horas eu leio um livro, este eu tenho falhado alguns dias, mas é porque o Benjamin as vezes não dorme no horário normal, acaba acumulando as tarefas e eu acabo sem tempo para ler.

As 23:30 dormir, por isso que nem sempre dá tempo de ler, eu estabeleci um horário fixo para ir para cama todos os dias, assim sei que vou estar disposta no outro dia para fazer tudo o que precisa ser feito. Eu havia estabelecido um horário para acordar, só que não tenho levado muito a sério, mas para mim horário para acordar e dormir são as peças chaves para um dia mais organizado, então eu realmente preciso reforçar isso.

Eu havia estipulado várias outras coisas me minha rotina diária e acabei abandonando pelo caminho., sei que isso é ruim, mas me considero feliz com as pequenas conquista até agora, mesmo que pareçam simples e bobas acredito que qualquer pequena mudança faz com que nasça dentro da gente a vontade de mudar ainda mais.

Por isso eu falei no post anterior, que eu iria aos poucos, com pequenos gestos, até que esses se tornem hábitos enraizado e eu esteja pronta para mudar por completo.

Beijinhos

Muita coisa ao mesmo tempo

Oi divas.

Eu havia falado que iria ler e colocar em prática o livro - O poder da ação - alias já postei sobre os 2 primeiros capítulos, para conferir aqui estão os links - Acorde e Aja.

E sim, eu quase terminei de ler o livro, e não, não coloquei em prática tudo o que ele fala pois e muita coisa ao mesmo tempo.

Deixa eu explicar. O livro é ótimo, e realmente te dá ferramentas para mudar toda a sua vida, mas hoje na minha atual situação é enviável colocar em prática tudo o que ele fala, simplesmente porque quem é mãe de um menino de 18 meses sabe que ter uma rotina redondinha todos os dias é algo surreal.

Então a cada página que eu lia ficava pensando em quando era frustante não poder colocar em pática tudo aquilo, ou melhor, ate dá pra colocar em pratica, mas passariam 2 ou 3 dias e tudo ficaria bagunçado novamente.

Provavelmente se o autor lesse esse meu texto ira olhar para mim e falar que eu estou inventando historinhas para não realizar as mudanças que precisam ser realizadas, mas vou ser muito sincera, minhas maiores frustrações tem sido criar expectativas demais e ter que abandonar tudo por conta do meu filho, simplesmente porque eu não tenho o tempo, nem a energia nem a capacidade de ser a mulher perfeita, dando conta da casa, filho, marido, de mim. dos meus sonhos e projetos de carreira.

Já comecei e desisti milhares de vezes por querer dar um passo maior do que a perna e isso é desanimador, acho que isso foi o que me levou ao estado depressivo que me encontro hoje. 

Então, assisti alguns vídeos motivacionais, não vou me lembrar agora quais são, pois foram pegos aleatoriamente no youtube, mas tudo o que eu ouvi me fizeram chegar a uma conclusão: chega de criar expectativas, crie objetivos de acordo com a realidade que estou vivendo.

Pequei os 4 primeiros capítulos do livro - O poder da ação -  ACORDE, AJA, AUTORRESPONSABILIZE-SE E FOQUE (este último só peguei a ideia principal) e juntei com todo o restante que assisti, e enfim criei minha própria forma de mudar minha vida.

O que eu quero mudar em mim é quase tudo, mas é muita coisa ao mesmo tempo. Tentar criar uma vida perfeita do zero é fracassar mais uma vez, então as palavras chaves são: CALMA, FOCO, E UMA COISA DE CADA VEZ.

Por isso não postei durante todo este tempo, estou tentando colocar em prática minhas metas e otimizar meu tempo, mas prometo que vou dividir minhas experiência com vocês.

Desta vez eu tenho uma certeza dentro de mim: EU VOU CONSEGUIR.



Beijinhos

Meus acessórios fofos para Smartphone

Oi divas, estou apaixonada pelos acessórios fofos que comprei para meu Smartphone, confesso que adoro celular, por isso gosto de deixá-lo com cara fofa.


Minha maior paixão foi sem dúvida a capinha, tanto que fiquei em dúvida se colocaria ou não o bunker ring, mas como dá pra tirar sem danificar, pelo menos é o que o produto promete e eu realmente espero que seja verdade, decidi experimentar.
Mas antes de falar sobre ele dá uma espiada na próxima foto.


Esse acessório é totalmente supérfluo, mas incrivelmente necessário kkkkk.... Deu pra entender né rsrsrs... 
Me encantou logo de cara, mas fiquei em dúvida se comprava ou não, só que depois de colocar no carregador não quero mais viver sem ele.


Já o bunker ring não foi um acessório que me convenceu de primeira.
Na verdade vi um vídeo de uma pessoa mostrando e senti vontade de ter pela praticidade de apoiar sem precisar de um suporte, já que o que mais me irrita é  quando quero assistir algo e fico tentando encontrar apoios que no fim só fazem o celular ficar escorregando.
Pra isso sem dúvida é perfeito, mas acho que pelo meu Smartphone ser to tamanho big e minha mão um pouco pequena, não me senti tão confortável usando o bunker ring na hora de digitar, talvez eu devesse ter colado ele um pouco mais para a lateral e não tão centralizado, ou quem sabe eu só preciso de prática para pegar o jeito.
Pois meu polegar consegue facilmente ir de uma lateral a outra da tela, mas por causa do dedo imobilizado atras fica extremamente difícil alcançar a parte superior e inferior da tela, principalmente o botão de desbloqueio.
 

Bem, estou insistindo com ele ainda, é um caso de amor e ódio, vamos ver como termina essa novela rsrsrs...

Mas e vocês, gostam de celular? Usam algum tipo de acessório fofo?

Beijinhos
imagem-logo